Recent Posts

01/03/11

8 de março - dia internacional da mulher

Durante o Congresso Internacional de Mulheres, realizado em 1919, na cidade de Copenhague, Dinamarca, essa data foi escolhida e oficializada como o dia ideal para o Dia Internacional da Mulher em homenagem ao assassínio de 129 mulheres, que foram queimadas em resposta a uma greve realizada na fábrica têxtil Cotton, em Nova York, em 8 de março de 1857.

O motivo da greve era um protesto contra uma jornada diária de 16 horas de trabalho, aliada a baixos salários. Como re

sposta à manifestação, os patrões ordenaram que fosse ateado fogo no prédio onde essas mulheres se encontravam.


FRASES

“Há de tudo um pouco nas lágrimas das mulheres.” (Henry François Becque)
“As mulheres constituem a metade mais bela do mundo.”
(Jean-Jacques Rousseau)
“O pudor dá às mulheres um encanto irresistível.” (Anatole France)
“As mulheres louvam de muita boa vontade os que as admiram.”
(Jean-Jacques Rousseau)
“Pode-se graduar a civilização de um povo pela atenção, decência e consideração com que as mulheres são educadas, tratadas e protegidas.”
(Marquês de Maricá)
“Quando uma mulher estiver falando com você, escute o que ela diz com seus olhos.” (Victor Hugo)
“A maioria das vezes o que nos parece ciúme, na mulher, não passa de rivalidade.” (Anatole France)
“Para mim, a mulher não é para exibir, é para dar atenção e para amar.”
(Ayrton Senna)
“Para a mulher, os romances que faz são mais interessantes que os romances que lê.” (Théophile Gautier)
“Há sempre, nas mais sinceras confissões das mulheres, um cantinho de silêncio.” (Paul Bourget)
“Aos 40 anos, a mulher está longe de ser fria e insensível; mas ela sabe, quando necessário, cobrir o fogo com as cinzas.” (Mary Wortley Montagu)

“A mulher infiel é como o sacerdote incrédulo; o derradeiro estágio da hipocrisia humana.” (Denis Diderot)
“Aquele que conheceu apenas a sua mulher, e a amou, sabe mais de mulheres do que aquele que conheceu mil.” (Leon Tolstoi)


MUSICA DE ERASMO CARLOS

Dizem que a mulher
É o sexo frágil
Mas que mentira
Absurda!
Eu que faço parte
Da rotina de uma delas
Sei que a força
Está com elas...

Vejam como é forte
A que eu conheço
Sua sapiência
Não tem preço
Satisfaz meu ego
Se fingindo submissa
Mas no fundo
Me enfeitiça...

Quando eu chego em casa
À noitinha
Quero uma mulher só minha
Mas prá quem deu luz
Não tem mais jeito
Porque um filho
Quer seu peito...

O outro já reclama
A sua mão
E o outro quer o amor
Que ela tiver
Quatro homens
Dependentes e carentes
Da força da mulher...

Mulher! Mulher!
Do barro
De que você foi gerada
Me veio inspiração
Prá decantar você
Nessa canção...

Mulher! Mulher!
Na escola
Em que você foi
Ensinada
Jamais tirei um 10
Sou forte
Mas não chego
Aos seus pés...
Retirado da net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A vida é belissima, mas brevissima. Tão breve como as gotas de orvalho que aparecem na calada da noite, cintilam no amanhecer e se dissipam ao calor do sol. Cada um de nós vive um pequeno parentese do tempo. Envolvemo-nos em tantas atividades que não percebemos o misterio que cerca a existencia humana. A velhice e a infância parecem tão distantes mas são tão proximos. Num instante parece eternos, no outro uma página da história. Por ser tão breve a vida, deveriamos vivê-la com a sabedoria para sermos cada vez mais pais, educadores e profissionais inteligentes, jovens mais sábios, amigos mais afetivos. ( A. Cury)